quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Mesmo sem contrato, China vai prestar consultoria ao Grêmio Prudente


  • O técnico China e o presidente do Grêmio Prudente, Breno Casari, conversam no Centro de Treinamento (CT) do Jardim Everest (Foto: Arquivo)
Foto: arquivo/iFronteira.com
O relacionamento entre o técnico China e o Grêmio Prudente tem registrado nos últimos dias reviravoltas dignas de um caso de ficção. Após a eliminação do time no Campeonato Paulista da Segunda Divisão, no último domingo (18), a demissão do treinador chegou a ser confirmada tanto pelo próprio Chinaquanto pelo presidente gremista, Breno Casari.
No entanto, com o fim da turbulência gerada nas primeiras horas que se seguiram ao insucesso na Segundona, as partes acertaram uma nova forma de manter o vínculo em aberto, mesmo sem um contrato formal, no restante de 2013.
“Vou ficar como consultor para avaliar jogadores que poderão compor o elenco a partir de janeiro de 2014. Não posso falar que sou treinador, porque não tem time. Vou estar em Prudente duas ou três vezes por mês. Este foi o compromisso que eu e a diretoria assumimos para 2014. É um negócio de palavra. Não tem contrato formal”, explicou China ao iFronteira.
O técnico, que assumiu o comando do Grêmio no início deste mês, já com a segunda fase da competição em andamento, e disputou apenas quatro jogos, com duas vitórias e duas derrotas, continuará a morar em Araçatuba (SP) e terá de se deslocar para Prudente quando precisar tratar pessoalmente de algum assunto relacionado ao clube.
Como consultor, China explicou que vai avaliar jogadores de diversas competições, como a Copa Paulista, o Campeonato Brasileiro da Série C, o Campeonato Paulista Sub-20 e a sequência da Segundona, que só terminará em outubro, com o objetivo de formar o elenco profissional do Grêmio para disputar a Segundona em 2014.
“É um campeonato diferente. Eu prefiro trabalhar com jogadores mais experientes, no limite dos 23 anos estabelecido pelo regulamento. A fórmula para disputar a Segundona é igual a de uma guerra. É preciso contar com um grupo mais amplo, para usar mais jogadores. Prudente tem estrutura e condições para conseguir o acesso para a Série A-3. Eu resolvi fechar com Prudente porque vi uma grande possibilidade de acesso”, afirmou.
O presidente do Grêmio, Breno Casari, também confirmou que a relação entre o clube e China não terá um “vínculo formal”. “Pode ser que, em 2014, ele assuma o time como treinador, mas, por enquanto, só vai prestar uma consultoria para nós”, resumiu o dirigente.
Fonte: Gelson Netto/iFronteira.com

Feed Grêmio Prudente