terça-feira, 8 de maio de 2012

Defesa do Grêmio Prudente se destaca diante do Tupã

Se o ataque não funcionou bem, a defesa do Grêmio Prudente foi o ponto positivo do empate sem gols com o Tupã, na noite de sábado, no Estádio Alonso Carvalho Braga, casa do adversário. A equipe prudentina não alcançou seu objetivo de conquistar três pontos na estreia da Segunda Divisão do Campeonato Paulista – grupo 1 –, mas suportou a pressão adversária mesmo jogando com um homem a menos por 30 minutos na segunda etapa. Cerca de mil torcedores, 40 deles gremistas (a organizada Ultras Prudentino levou batuque, faixas, bandeiras e sinalizadores), comparecerem à arena.

O início de jogo foi equilibrado. O time da casa apostou na bola aérea, mas o alto trio de zaga e o goleiro Wellington praticamente anularam a jogada adversária. No único erro, o Tupã quase abriu o marcador, não fosse a falta de pontaria do atacante Fabinho Pedalada. Já o Grêmio Prudente utilizou a velocidade para chegar à meta adversária. As principais jogadas se originaram pelas laterais, tanto com alas Lucas Pirulito e Lucas Pereira como com o meia Marcelinho e o atacante Romarinho.


Contudo, o time prudentino sofria para acertar o último passe. Quando conseguia, faltava a figura do finalizador. O centroavante Rafael Akai encontrou dificuldades para jogar, principalmente, em razão da inspirada noite do experiente zagueiro e capitão Dias.
 
Fonte: marcoschicale.blogspot.com.br 

Feed Grêmio Prudente